Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Venezuela terá 8 fábricas com tecnologia brasileira

O governo da Venezuela vai instalar, com capital estatal, oito fábricas no país com tecnologia brasileira para a produção de máquinas, válvulas e outros insumos para a indústria, conforme informou ontem o ministro venezuelano da Ciência, Tecnologia e Indústrias Intermediárias, Jesse Chacón. O projeto prevê a construção de fábricas de válvulas, de cartões impressos, de resinas de PVC, de máquinas, de embalagem de vidros e de latas e também tampas para a indústria de alimentos. "São fábricas que serão instaladas na Venezuela com capital público, mas com tecnologia brasileira", disse o ministro, em entrevista durante a abertura do Encontro de Cooperação Industrial Venezuela-Brasil 2009, informou a agência de notícias estatal venezuelana ABN.Entre quarta-feira e esta quinta-feira, cerca de 80 empresários da indústria brasileira estiveram reunidos com empresários e autoridades venezuelanos para discutir projetos de integração na área industrial."Ainda não temos definidos os locais onde serão instaladas as fábricas, mas vão girar em torno das cercanias da cadeia produtiva, acrescentou o ministro Chacón.FINANCIAMENTOOs governos do Brasil e da Venezuela já aprovaram os anteprojetos de construção das fábricas, mas ainda falta acertar o financiamento e o prazo de construção das unidades. Mas, segundo Chacón, o prazo deverá oscilar entre seis e nove meses, dependendo das áreas.O governo do presidente Hugo Chávez tem promovido a instalação de diversas fábricas com tecnologia estrangeira, especialmente de seus principais aliados, como China, Irã e Belarus, entre outros.AGÊNCIAS INTERNACIONAIS

, O Estadao de S.Paulo

20 de agosto de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.