Shannon Stapleton/Reuters
Shannon Stapleton/Reuters

coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Versão digital do 'New York Times' já fatura mais que a impressa

Dona do jornal teve faturamento de US$ 185,5 milhões com publicidade e assinaturas digitais, enquanto o jornal de papel arrecadou US$ 175,4 milhões no segundo trimestre

The New York Times, O Estado de S.Paulo

05 de agosto de 2020 | 23h34

Em três meses marcados pela pandemia do novo coronavírus e pela queda das receitas com publicidade, pela primeira vez a The New York Times Company registrou um maior faturamento com sua versão digital do que com o jornal impresso.

Enquanto a equipe trabalhou remotamente, a dona do NYT teve faturamento de US$ 185,5 milhões com publicidade e assinaturas digitais no segundo trimestre, enquanto o total da versão impressa foi de US$ 175,4 milhões, conforme balanço divulgado nesta quarta-feira, 5.

A companhia adicionou 669 mil assinantes à sua base de clientes, no melhor resultado para um trimestre da história. Agora, a empresa tem 6,5 milhões de assinantes, sendo 5,7 milhões na versão digital. A The New York Times Company tem a meta de atingir 10 milhões de clientes digitais até 2025.

Atrair assinantes dispostos a pagar para ter acesso a conteúdo é o desafio de todas as empresas do setor da comunicação atualmente. O NYT iniciou a cobrança para leitura de reportagens em 2011. Na época, essa estratégia era considerada arriscada por muitos no setor. 

“Nós provamos que é possível criar um círculo virtuoso”, disse Mark Thompson, presidente da The New York Times Company, em comunicado. “Acreditamos totalmente que o jornalismo de alta qualidade amplia o engajamento da audiência. Por consequência, isso amplia as receitas financeiras e também a nossa capacidade de investimento.”

O lucro operacional ajustado da companhia entre abril e junho foi de US$ 52,1 milhões, uma queda de 6,2% em relação aos US$ 55,6 milhões do mesmo período do ano passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.