Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Vésper não tem linhas disponíveis para SP e Rio

A Vésper não tem linhas telefônicas disponíveis para as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. A Agência Estado fez mais de 30 consultas ao site da empresa na Internet, informando Códigos de Endereçamento Postal (CEPs) dos mais diversos bairros das duas capitais. As respostas se alternaram entre capacidade esgotada e não disponibilidade do serviço. Em São Paulo, apenas a Vila Madalena apresentou oferta de linha. O sistema informa que no próprio endereço da empresa, na avenida das Nações Unidas, próximo à ponte do Jaguaré, a Vésper não oferece o serviço. A operadora nega que tenha suspendido temporariamente a instalação de novas linhas. Segundo a assessoria de imprensa, algumas regiões estão com capacidade de atendimento esgotada, em função do elevado número de telefones vendidos. Há um ano no mercado como espelho da Telefônica e da Telemar, a Vésper tem 600 mil linhas em funcionamento nos 17 estados correspondentes às duas regiões. A Telefônica, que cobre apenas o Estado de São Paulo, trabalha hoje com uma média mensal de 300 mil novas linhas instaladas por mês. A Vésper não faz estimativas de quando os problemas estarão superados. A avaliação da companhia é de que se trata apenas de acomodação da demanda. Parte das Estações Rádio-Base (ERBs) instaladas em locais onde não houve procura por linhas está sendo transferida para outras áreas de maior demanda. A empresa não comenta sobre a necessidade de novos investimentos, mas situações como essa reforçam a impressão do mercado de que a empresa está em compasso de espera enquanto não se resolvem as pendências entre os acionistas.A Bell Canada vendeu sua participação de 34% para a VeloCom, que já detinha 35% da Vésper. Sem recursos para quitar a operação, a VeloCom tentou repassar as ações para terceiros, mas o valor do negócio - US$ 875 milhões - afugentou possíveis interessados. Agora, os dois grupos negociam uma ampliação do prazo de pagamento, que vence em fevereiro, e até a revisão do valor acertado.

Agencia Estado,

30 de janeiro de 2001 | 16h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.