Vestuário contrabalança educação e IPC-S sobe no mesmo ritmo

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) registrou alta de 0,92 por cento na segunda leitura de janeiro, ante avanço de 0,89 por cento na primeira, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta quarta-feira.     Veja também: Entenda os principais índices de inflação"Com este resultado, o índice continuou a registrar a maior taxa de variação desde a terceira semana de maio de 2005", disse a FGV em comunicado. A principal variação positiva do IPC-S veio do grupo Alimentação, com alta de 2,18 por cento na segunda semana, um pouco acima da elevação de 2,13 por cento na primeira. Os preços de Educação, leitura e recreação também subiram de forma significativa, em 1,20 por cento, como é comum para essa época do ano. Por outro lado, o grupo Vestuário desacelerou fortemente a alta, para 0,08 por cento na segunda semana, ante 0,66 por cento na primeira. A segunda prévia do IPC-S foi calculada com base nos preços coletados entre os dias 16 de dezembro e 15 de janeiro, comparados com os coletados entre 16 de novembro e 15 de dezembro. (Reportagem de Vanessa Stelzer; Edição de Carolina Schwartz)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.