Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Viajar para os EUA está mais barato

As viagens para os Estados Unidos ficaram mais baratas após os atentados terroristas. Hoje, é possível ir e voltar de Nova York, por exemplo, gastando-se pouco mais de R$ 1,6 mil. A United Airlines anunciou promoções para várias cidades dos EUA. A passagem de São Paulo para Nova York, na tarifa promocional, está custando US$ 615 (R$ 1.672). Voar para Miami também está mais barato - US$ 488 (R$ 1,3 mil) -, assim como ir para Los Angeles, Orlando e Chicago, entre outros destinos. Os preços são válidos para quem partir de São Paulo ou do Rio, comprar a passagem até 19 de novembro e embarcar até 31 de março de 2002. A United informou que essas são as tarifas mais baratas já aplicadas pela companhia nos dez anos de operação do Brasil. Além da United, outras companhias estão com tarifas promocionais para os EUA. Na Continental Airlines, a passagem para Nova York está custando o mesmo preço cobrado pela United. A Varig e a TAM estão com promoções de baixa temporada. O ex-presidente do Sindicato Nacional das Empresas Aéreas (Snea), Mauro Gandra, acredita que o motivos de os preços estarem tão baixos é o receio das pessoas de viajar para os EUA, especialmente por meio de companhias americanas. Segundo ele, após os atentados, houve uma significativa migração de passageiros das companhias americanas para companhias nacionais.Confira as promoções no link abaixo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.