Vice do FMI alerta sobre crescimento e inflação

O crescimento econômico global estádesacelerando, refletindo os declínios nos preços dos ativos, aturbulência dos mercados financeiros e os maiores custos deenergia e commodities, disse o primeiro vice-diretor-gerente doFundo Monetário Internacional (FMI) nesta quinta-feira. "Os efeitos da desaceleração estão sendo sentidos sobretudonos Estados Unidos, mas o crescimento em todas as regiões domundo está desacelerando", afirmou John Lipsky em discursodurante evento do Conselho de Relações Exteriores em Nova York. "De acordo com o último relatório Perspectivas EconômicasMundiais do FMI, o crescimento da produção global irádesacelerar 1 ponto percentual em 2008, para cerca de 3,75 porcento, e se manterá nesse ritmo em 2009." Apesar do menor crescimento, as preocupações sobre ainflação devem ser levadas a sério, acrescentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.