finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Viracopos acelera para a Copa

Desde que foi concedido à iniciativa privada, o Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP) se dividiu em dois. De um lado, está o novo terminal, obra 74% concluída e que será inaugurada em maio, às vésperas da Copa. De outro, está o atual terminal, que passou por reformas, mas opera acima da capacidade.

O Estado de S.Paulo

24 de novembro de 2013 | 02h09

O novo terminal em obras é um gigante perto do atual e faz parte do primeiro pacote de investimentos de mais de R$ 2 bilhões. Com 300 mil m², é dez vezes maior que o atual, terá 28 pontes de embarque (fingers) e 26 esteiras rolantes, itens inexistentes hoje. O número de escadas rolantes saltará de 2 para 41 e o de elevadores, de 8 para 61. A capacidade inicial será de 14 milhões de passageiros por ano e ao término da concessão, em 30 anos, de 80 milhões.

Postos de check-in aumentarão de 72 para 144 e será o primeiro aeroporto do País com sistema de check-in e despacho de bagagens unificado. Um edifício garagem com 4 mil vagas dobrará o estacionamento.

A estrutura em concreto começou a receber a cobertura para evitar atrasos no período de chuvas. Os fingers chegam esta semana em 40 carretas vindas em comboio de Vitória (ES). Enquanto as obras não terminam, os equipamentos operacionais foram comprados e estão em teste virtual, em um laboratório que simula o dia a dia de um aeroporto.

"Em março, levamos o sistema operacional para a estrutura física já funcionando", explica Luiz Alberto Küster, presidente da concessionária Aeroportos Brasil Viracopos, formada por Triunfo, UTC Participações e Egis Airport Operation.

Enquanto o novo terminal não fica pronto, o atual passou por reformas. Ganhou uma faxina geral nos banheiros, sinalização, mais pontos comerciais e um free shop. Apresentou melhoras, mas movimentará 9 milhões de passageiros este ano, sobrecarga de 200%.

Avaliação de operação feita pela Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias trimestralmente, entre usuários dos 15 aeroportos que serão usados na Copa, mostrou que Viracopos foi o que teve maior elevação de qualidade de serviços entre janeiro e setembro. / R.B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.