finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Virgin Media recebe oferta de R$ 21,5 bi do grupo Carlyle

Valor da oferta pode chegar a R$ 44 bilhões, somando-se a dívida da Virgin

Agencia Estado

02 de julho de 2007 | 19h12

O conglomerado britânico de mídia Virgin Media recebeu uma oferta de compra de até 5,6 bilhões de libras (ou R$ 21,5 bilhões) do grupo americano de capital risco Carlyle, informa nesta segunda-feira, 2, a imprensa britânica. A Carlyle ofereceu pela Virgin Media entre US$ 33 e US$ 35 por ação, contra os US$ 24,37 fechados na sexta-feira da semana passada.O valor total da oferta chegaria a 11,5 bilhões de libras (R$ 44 bilhões), já que o comprador teria que assumir uma dívida de mais de 6 bilhões de libras (R$ 23 bilhões).No entanto, a Virgin Media - da qual o fundador do grupo, Richard Branson, tem 10,5% do capital - escutará outras ofertas de companhias que também poderiam estar interessadas em comprá-la.Segundo a BBC, acredita-se que o grupo de capital risco Providence esteja criando um consórcio para lançar uma proposta pela Virgin Media.Branson poderia manter alguma participação no capital resultante após a eventual operação, de acordo com a BBC. Alguns membros do conselho de administração acham que o valor da empresa pode chegar a US$ 40 por título.A Virgin está atualmente no meio de uma disputa legal com a British Sky Broadcasting pelo desacordo sobre a possibilidade de transmitir o canal de televisão Sky, propriedade do segundo, no serviço de televisão da Virgin.A companhia britânica tem 9 milhões de clientes em diferentes serviços: 3 milhões de usuários em televisão, 3,4 milhões de internet banda larga, 4,5 milhões na telefonia celular e 4,1 milhões na telefonia fixa.

Tudo o que sabemos sobre:
Virgin MediaCarlyle

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.