Visita de Chávez à Bolívia é adiada

A visita do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, à Bolívia, prevista para 18 de maio, foi adiada uma semana por mudanças de última hora na agenda, informou neste sábado o Palácio do governo boliviano. A nova data foi fixada para o próximo dia 26. Chávez foi convidado pelo presidente Evo Morales a assistir ao início da campanha do partido do governo, o Movimento Ao Socialismo (MAS), para as eleições para a Assembléia Constituinte.Esse ato será realizado na localidade de Villa Tunari, na região de Chapare, reduto sindical e político do governante boliviano.Gás naturalAlém de participar do início da campanha socialista para a Constituinte, o presidente venezuelano deve assinar com Morales um acordo para a construção de uma fábrica de tratamento de gás natural.Os dois governantes adiantaram que assinarão um convênio de assistência técnica e econômica para instalar essa fábrica no sul da Bolívia, onde estão os maiores campos de gás natural do país.Por meio da estatal Petróleos de Venezuela (PDVSA), o país começou a fornecer assistência técnica à Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.