Vivo lança novo serviço de banda larga móvel

Serviço 3GPlus, lançado ontem em São Paulo, deve ser levado para o restante do País ao longo de 2012

RODRIGO PETRY, O Estado de S.Paulo

23 de novembro de 2011 | 03h02

A operadora de telefonia celular Vivo, do grupo Telefônica, iniciou a ontem a comercialização da rede HSPA+ (3GPlus) na região metropolitana de São Paulo, mas deve expandir os serviços para o restante do País ao longo de 2012. Segundo o diretor geral da companhia, Paulo Cesar Teixeira, essa rede é uma evolução da atual 3G, com uma velocidade média três vezes superior. "Vamos começar a comercialização pela área de DDD 011, mas os clientes poderão usar em qualquer local do Brasil", disse o executivo.

A rede atual de 3G da Vivo atinge uma velocidade de até 1 megabit por segundo (MB). Já a rede G3Plus, disse Teixeira, pode ter uma média de 3 MB, com picos de até 6 MB. "Estamos fazendo apenas um uso mais eficiente do espectro da rede", explicou Teixeira.

Segundo ele, a opção por começar apenas pela região metropolitana de São Paulo, neste momento, se dá em razão do foco nas ações de marketing para o Natal. A intenção da companhia é atingir, inicialmente, os clientes do topo da pirâmide social.

Ele evitou dar detalhes sobre os valores de investimento na expansão desta rede. Mas destacou que toda a estrutura atual de 3G da empresa, que chega a mais de 1,7 mil municípios, pode comportar a tecnologia HSPA+.

Teixeira acrescentou que os aportes destinaram-se sobretudo a melhorias nas programações de softwares e hardwares. "Toda a base já existia, construída ao longo dos últimos anos. Essa rede (3GPlus) não foi feita de ontem para hoje", comentou. Inicialmente, apenas alguns aparelhos da Samsung, como o Galaxy, tablet e smartphone, poderão comportar a rede 3GPlus. Mas a intenção é ampliar a mais três aparelhos ainda este ano e, ao longo de 2012, aumentar essa lista.

Além destes aparelhos, a solução pode ser utilizada por meio de planos com modem, de 10 GB. Já no caso dos clientes corporativos, os pacotes de planos de modem contemplam a velocidade de 8 GB.

Segundo o diretor de marketing móvel da operadora, Daniel Cardoso, por meio dessa nova rede, a empresa enxerga uma possibilidade de manutenção das altas participações de mercados nos segmentos de dados e serviços de valor adicionado. Entre o terceiro trimestre de 2010 e o mesmo período deste ano, essa fatia na receita da companhia subiu de 19,6% para 23,4%.

Crescimento. A Vivo liderou as adições líquidas de linhas móveis em outubro, com mais de 1,5 milhão de novas habilitações, resultado creditado a novos planos promocionais no terceiro trimestre, como tarifas de baixo custo para contas pré-pagas. / COM REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.