finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Vivo tem lucro de R$ 1,89 bi em 2010, alta de 115%

Já a geração de caixa (Ebitda) cresceu 11,6% no ano passado, para R$ 5,8 bilhões

Luana Pavani, da Agência Estado,

24 de fevereiro de 2011 | 07h52

A Vivo obteve lucro líquido de R$ 1,893 bilhão em 2010, uma alta de 115,7% na comparação com os R$ 878,1 milhões registrados em 2009.

Em relatório da administração publicado em jornais sobre o resultado anual segundo o padrão contábil IFRS, a operadora celular anuncia ainda que o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 5,831 bilhões no exercício de 2010, um crescimento de 11,6% sobre os R$ 5,224 bilhões anotados no ano anterior. A margem Ebitda passou para 32,2%, 0,8 ponto porcentual maior que a de 2009.

A receita líquida da operadora soma R$ 18,105 bilhões, 8,8% acima dos R$ 16,637 bilhões de 2009.

A Telefónica passou a deter o controle da empresa quando anunciou em julho de 2010 que adquiriu 50% das ações da Brasilcel, sociedade proprietária das ações representativas de 60% do capital da Vivo Participações, fatia que antes estava com a Portugal Telecom e pela qual a espanhola pagou o valor de 7,5 bilhões de euros.

Tudo o que sabemos sobre:
vivolucrobalanço

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.