coluna

Louise Barsi: O Jeito Waze de investir - está na hora de recalcular a sua rota

Vivo vai co-patrocinar Cirque du Soleil no Brasil

Operadora de telefonia celular investe R$ 4 milhões para ganhar visibilidade em outros lugares do País

Andrea Vialli, do Estadão,

02 de outubro de 2007 | 17h07

O sucesso inquestionável do espetáculo Saltimbanco, que a trupe do Cirque du Soleil trouxe para o Brasil no ano passado, atiçou os ânimos da operadora de telefonia celular Vivo. A empresa comprou uma cota de R$ 4 milhões e vai co-patrocinar o espetáculo Alegria, que já começou a rodar o Brasil. Até então, o banco Bradesco era o patrocinador exclusivo do espetáculo. O circo ficará em turnê durante dez meses pelo Brasil afora e fará 250 apresentações, o que deve atrair um público de 600 mil pessoas. "O Cirque du Soleil é um caso de sucesso impressionante no Brasil. E vemos semelhanças entre nossa publicidade e a mensagem que o circo transmite, como alegria, juventude, inovação", afirma Hugo Janeba, diretor de imagem e comunicação da Vivo. Em cada espetáculo do Alegria, entram em cena 55 artistas, de 13 diferentes nacionalidades.  Segundo Janeba, patrocinar um espetáculo desse porte é importante por permitir dar visibilidade à marca Vivo em cidades em que a operadora ainda tem pouca penetração - caso de Porto Alegre e Belo Horizonte. "O patrocínio possibilita ainda interagir com um público de alto poder aquisitivo e que passa a se interessar por serviços como downloads de conteúdo do espetáculo", completa.  A operadora colocou à disposição dos clientes uma série de itens de entretenimento, personalização (ringtones, papéis de parede) e notícias sobre a turnê de Alegria. Pelo serviço de internet do celular o cliente pode obter informações sobre os espetáculos, os artistas, a história do circo, ingressos e horários das apresentações.   Apresentações Atualmente o circo está em Curitiba, onde deve se apresentar até o dia 7 deste mês. Depois, a trupe embarca para Brasília (a partir do dia 19), Belo Horizonte (a partir de 22 de novembro), Rio (a partir de 27 de dezembro), São Paulo (a partir de 07 de fevereiro de 2008, com novas sessões entre 14 e 30 de março), no Parque Villa Lobos, e Porto Alegre (a partir de 15 de maio de 2008).  A Time for Fun (antiga CIE Brasil), responsável por trazer o espetáculo ao País, já pensa em manter uma estrutura fixa do circo no Brasil. Só em transporte dos equipamentos de Paris a São Paulo, a empresa gastou perto de US$ 5 milhões no ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
Cirque du SoleilVivo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.