Vocação para cuidar das pessoas
Conteúdo Patrocinado

Vocação para cuidar das pessoas

O processo de criação de novos produtos pela Porto Seguro segue sempre a mesma diretriz: as necessidades dos clientes

Porto Seguro, Media Lab Estadão
Conteúdo de responsabilidade do anunciante

11 de dezembro de 2020 | 15h58

Desenvolver ideias e soluções para tornar o dia a dia das pessoas mais leve, tranquilo e simples é um objetivo permanente da Porto Seguro. Isso explica a grande variedade de serviços prestados hoje pela companhia além dos tradicionais seguros, que a fizeram conhecida e respeitada ao longo dos seus 75 anos de história. “As necessidades do público chegam por meio de pesquisas, sugestões recebidas em nossos canais de atendimento e, também, por meio dos corretores, que são o elo do mercado segurador com a sociedade e acompanham de perto os anseios do consumidor”, descreve o vice-presidente comercial e de marketing, Rivaldo Leite.

O executivo explica que todas essas fontes são essenciais para que a empresa estude, desenhe e apresente novas soluções ao mercado, depois de devidamente testadas em projetos-piloto. “Nossa essência é ser cada vez mais um porto seguro para todos os públicos com os quais nos relacionamos”, observa Leite. “Para cumprir essa missão, ouvir o consumidor é fundamental.”

​Inovação constante

A melhor forma de entender como esse processo de inovação, baseado nas necessidades do público, funciona na prática, é descrever algumas das novidades que a Porto Seguro colocou recentemente no mercado. Um exemplo é o Porto Cuida, serviço por assinatura que dá acesso a uma rede de consultórios e laboratórios com preços mais acessíveis, além de descontos em farmácia. “É um serviço que já vinha sendo trabalhado pela companhia antes da pandemia, um cenário que certamente reforçou a importância da atenção às questões relacionadas à saúde”, diz Rivaldo Leite.

No que diz respeito a serviços domésticos, um dos destaques é o Reppara!, lançado no ano passado, um plano de assinatura de serviços emergenciais em residências localizadas em qualquer parte do país. Já o Porto Faz oferece esse tipo de atendimento sob demanda – trata-se de um e-commerce de serviços da Porto Seguro para consertos, instalações e manutenções que podem ser contratados por qualquer pessoa, mesmo não sendo segurada da companhia.

Na área de sustentabilidade, a empresa lançou em setembro um serviço inédito no país, o guincho movido a eletricidade – que, com autonomia de 240 km, por enquanto está atendendo na cidade de São Paulo. A Porto já tinha carros, motos e bicicletas elétricas no atendimento aos segurados.

O Carro Fácil, serviço de assinatura de carros novos, foi desenvolvido para proporcionar comodidade e oferecer uma relação custo-benefício atraente, já que pode custar até 24% mais barato do que o financiamento de um automóvel, considerando-se impostos, taxas e a depreciação do veículo. Nesse serviço, o carro fica em tempo integral à disposição do cliente – que, ao final do contrato, pode escolher outro automóvel zero quilômetro para ser utilizado com os mesmos benefícios. Para facilitar o processo de contratação, a companhia desenvolveu um aplicativo que permite consultar e escolher entre as opções de modelo, cor e placa disponíveis.

Outras ferramentas desenvolvidas recentemente para facilitar o dia a dia dos clientes são a Assinatura Eletrônica, que permite ao cliente assinar a proposta diretamente na tela do computador, tablet ou celular, e a análise cadastral 100% online para o seguro-fiança residencial, solução que substitui a figura do fiador na locação de imóveis.

​Prêmio reconhece qualidade dos serviços

A vocação da Porto Seguro para contemplar os interesses do público foi mais uma vez reconhecida pelo prêmio Estadão Melhores Serviços, elaborado a partir de questionários respondidos por milhares de consumidores em todo o Brasil. A companhia venceu duas categorias do Mercado de Seguros – Geral e Residencial –, além de ter ficado entre as três primeiras posições em Seguros Auto.

Motivada pela preocupação permanente de atender os clientes nas suas mais diversas necessidades, a Porto Seguro inicia a nova década cheia de planos. “Os clientes estão cada vez mais exigentes e conectados com as marcas. Seguiremos com a melhoria dos canais para continuar nos relacionando de forma muito próxima com o público”, diz Rivaldo Leite, vice-presidente comercial e de marketing da Porto Seguro. O executivo prevê que, já a partir de 2021, a indústria de seguros passará a ocupar um espaço maior na economia brasileira. “Operamos com o conceito de oferta de proteção, e a proximidade do risco nunca ficou tão clara e evidente como neste ano de pandemia.”

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.