Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Volatilidade externa pesa e dólar termina quase estável

O mercado cambial doméstico acompanhou a volatilidade externa e encerrou com o dólar praticamente estável frente ao real nesta quinta-feira, após a divulgação de dados econômicos contraditórios.

REUTERS

13 de agosto de 2009 | 16h42

A divisa norte-americana fechou com oscilação negativa de 0,1 por cento, a 1,832 real na venda, depois de registrar queda de 0,7 por cento e chegar a subir até 0,3 por cento pela manhã.

Das nove sessões de agosto, o dólar cedeu em sete, acumulando recuo de 1,82 por cento no mês.

No mercado global, o dólar cedia 0,5 por cento frente às principais moedas no final da tarde.

Profissionais de câmbio vêm citando a dificuldade de o dólar cai abaixo do nível de 1,800 real, uma vez que o cenário econômico ainda exige cautela. "Estamos ao sabor das notícias. A divergência entre elas e a falta de uma tendência concreta para a economia fazem os investidores se esquivarem", avaliou o gerente de câmbio Reginaldo Galhardo, da Treviso Corretora.

Logo cedo, a zona do euro informou uma contração menor que a esperada do Produto Interno Bruto (PIB) da região. Além disso, Alemanha e França superaram a recessão no segundo trimestre.

Mas os dados sobre a economia norte-americana não foram positivos, com queda nas vendas do varejo em julho e aumento dos trabalhadores que entraram com novos pedidos de auxílio-desemprego.

Esse ambiente de incerteza impôs volatilidade à bolsa de valores brasileira.

Para o gerente de câmbio de um importante banco nacional, a cautela dos investidores também se deu por conta de comentários que o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, teria feito ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre intensificação das compras de dólar, veiculados pelo jornal Folha de S.Paulo.

Na BM&FBovespa, segundo os dados mais recentes, o volume negociado no segmento à vista era de 1,3 bilhão de dólares.

(Reportagem de José de Castro)

Tudo o que sabemos sobre:
DOLARFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.