Volks e Porsche definem detalhes de acordo de fusão

Volks comprará inicialmente 42% da Porshe; fusão gradual deve ocorrer até 2011.

BBC Brasil, BBC

14 de agosto de 2009 | 00h30

As montadoras Volkswagen e a Porsche definiram, nesta quarta-feira, os detalhes do acordo de fusão entre as duas empresas, que deve ocorrer gradualmente até 2011.

Pelo acordo, a Volks compraria inicialmente 42% da unidade de carros esportivos da Porsche até o final do ano. O valor da compra seria de US$4,7 bilhões (R$ 8,6 bi).

O acordo encerra meses de batalha entre as duas montadoras alemãs, iniciado quando a Porsche fez uma tentativa de passar a controlar 75% da Volkswagen, que fracassou por falta de dinheiro - refletindo a queda das vendas no setor e a crise financeira global.

O fracasso da Porsche em comprar a Volks levou o presidente, Wendelin Wiedeking, e do diretor-financeiro, Holger Haerter, a pedirem demissão no último mês.

Com o novo acordo, a Porsche se torna a 10ª marca sob o "guarda-chuva" da Volkswagen, ao lado de outras como Audi, Seat e Skoda.

Identidade

A Volkswagen já afirmou que, apesar de assumir o controle da Porsche, pretende manter uma identidade separada e independência.

A Volks afirmou ainda que irá "preservar sua base sólida financeira".

O presidente da Volkswagen, Martin Winterkorn, disse que o acordo marca uma "nova era" para as duas empresas.

"A Porshe é um enriquecimento para o portfolio da nossa empresa", disse.

Winterkorn afirmou ainda que as famílias Porsche e Piech, fundadoras das duas empresas, continuarão sendo as principais acionistas após a fusão.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
porschevolksfusaoaquisiçãoalemanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.