Volks faz feirão para diminuir estoque

Além do aumento dos juros, a Volkswagen anunciou ontem reajuste de 1% a 2,5% nos preços dos modelos da marca, com exceção do seu último lançamento, o Polo. A empresa, no entanto, oferece a oportunidade aos consumidores de adquirirem alguns veículos pela tabela antiga no feirão que realiza de hoje a domingo no Shopping Interlagos, na capital. É a primeira vez que a montadora promove um evento desse tipo com duração de quatro dias. Normalmente, os feirões ocorrem somente no fim de semana.Segundo o gerente regional de vendas da Volks, Gustavo Schmidt, modelos comercializados pela internet serão oferecidos com os preços antigos, além do Gol Power 1.6, vendido a R$ 20.990. O Gol Special 1.0 é oferecido a R$ 13.990. Pela nova tabela, custaria R$ 15.811, sem o frete. A versão 1.6 será vendida a R$ 16.789 e o Gol City 1.0 a R$ 15.900. Os valores da promoção já incluem o frete. A intenção da montadora é de fechar cerca de 1,3 mil negócios. A tabela de alguns carros é a antiga, mas os juros para o financiamento já serão novos.Reajustaram preços de tabela nos últimos dias a General Motors (de 1% a 2,7%), a Renault (2%, em média) e a Citroën (de 7,5% a 10%). As empresas alegam necessidade de repasse de custos por conta da alta do dólar e das matérias-primas, principalmente do aço.Schmidt lembrou que, além do repasse de custos, os preços dos modelos 1.0 devem subir novamente no dia 1º, quando o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) volta a ser de 10%. Hoje está em 9%. Para os modelos médios o imposto permanecerá em 16%.QuedaAs vendas de veículos nos primeiros 15 dias do mês caíram 5%, segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Foram vendidos 57.844 automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus. Só o segmento de carros e comerciais teve retração de 5,4%, com vendas de 54.964 unidades. A Fenabrave, no entanto, espera recuperação nas duas últimas semanas do mês.De acordo com a Fenabrave, na primeira quinzena a participação dos carros populares nas vendas manteve-se em 68%, média dos últimos dois meses. O setor automobilístico acredita que esses modelos tendem a perder fatia do mercado, por causa do incentivo maior aos carros com motorização acima de 1.0 até 2.0, que será definitivo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.