Volks: preços podem subir 2%

O presidente da Volkswagen, Herbert Demel, disse que os preços dos veículos da montadora podem subir cerca de 2%, caso não seja solucionado o impasse em torno do reajuste de 12% a 14% no preço do aço. Ele informou ainda que a falta do produto e um eventual aumento nos preços dos veículos podem comprometer a meta da montadora de exportar 100 mil veículos este ano para Canadá, Estados Unidos, México e África. No ano passado, a Volks exportou 53 mil carros e neste ano, 35 mil unidades. O executivo criticou o interesse das siderúrgicas em aumentar as exportações do aço. "Eles podem exportar o volume que eles têm porque o preço do aço brasileiro é competitivo na Europa", disse. "Mas se o País preferir exportar aço vai perder em exportações de produtos com maior valor agregado."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.