coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Volks protocola férias coletivas para 12 mil funcionários

A Volkswagen do Brasil protocolou nesta quinta-feira junto à Justiça do Trabalho período de férias coletivas entre 18 e 27 de setembro em três de suas fábricas no País: Taubaté (SP), São José dos Pinhais (PR) e São Carlos (SP). As atividades da quarta fábrica da montadora alemã no Brasil, Anchieta, em São Bernardo do Campo, já estão paralisadas, devido a uma greve de funcionários que acontece desde terça-feira.Segundo a assessoria de imprensa da montadora, a ação é apenas uma medida preventiva. A paralisação ocorrerá, de fato, se as negociações entre a montadora e os funcionários não avançarem e a greve na unidade Anchieta se prolongar. As peças produzidas na Anchieta são utilizadas nas outras unidades; se a produção pára na Anchieta, as demais não podem operar.Na fábrica de São Bernardo do Campo, o período de férias já havia sido protocolado, por motivo de regulamentação do estoque. A paralisação seria localizada e envolveria apenas as linhas de montagem dos veículos Gol e Saveiro, das quais participam 3.400 funcionários. Ao todo, 12 mil funcionários receberão férias caso a medida seja de fato utilizada.A empresa tem direito, pelo acordo trabalhista, a decretar períodos de férias coletivas, desde que protocole a decisão com 15 dias de antecedência.A greve na fábrica Anchieta já começou a afetar a produção da Volks. Nesta sexta e no sábado, as unidades São José dos Pinhais e Taubaté irão paralisar suas atividades para prevenir a falta de peças.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.