Volkswagen planeja aumentar vendas na China em 2014

Maior montadora de automóveis da Europa, a alemã Volkswagen informou neste sábado que pretende vender mais de 3,5 milhões de veículos na China em 2014. No ano passado, as vendas no país asiático responderam por mais de um terço da receita global da empresa.

AE-DJ, Agencia Estado

19 de abril de 2014 | 14h29

O executivo-chefe da Volkswagen, Martin Winterkorn, disse que a companhia planeja superar as 3,27 milhões de unidades de carros e comerciais leves comercializadas em 2013 e também aumentar o número de concessionárias chinesas.

"Queremos atingir um crescimento de dois dígitos e entregar mais de 3,5 milhões de veículos na China", disse Winterkorn em comunicado antes do início do Salão do Automóvel em Pequim.

No primeiro trimestre de 2014, as vendas da Volkswagen na China subiram 14,5% em relação ao mesmo período de 2013, para cerca de 810 mil unidades. O resultado superou o das concorrentes e o crescimento geral do mercado.

O grupo alemão quer expandir a rede de concessionárias no país asiático em cerca de 50%, para 3.600, até o fim de 2018. "A China é o maior mercado da Volkswagen e tem papel decisivo no nosso plano estratégico", explicou Winterkorn. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
CHINAVOLKSWAGENVENDAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.