Reuters
Reuters

Volks suspende a venda de 4 mil novos carros a diesel no Reino Unido

De acordo com funcionária da montadora, medida é temporária e veículos serão colocados à venda quando o conserto for identificado

O Estado de S. Paulo

01 Outubro 2015 | 16h11

A Volkswagen suspendeu a venda de 4 mil novos carros a diesel no Reino Unido que podem ter sido equipados com softwares para burlar testes de emissão de poluentes, disse uma porta-voz da companhia nesta quinta-feira. "É uma medida temporária e os veículos serão colocados de novo à venda assim que o conserto for identificado", afirmou a funcionária.

A suspensão envolve veículos de várias marcas da Volkswagen. Além da própria Volks, há modelos Skoda, Seat e Audi. "É cerca de 3% do estoque da VW no Reino Unido, mas continuaremos a vender novos carros com a tecnologia mais recente que não foram afetados", disse a porta-voz.

Na quarta-feira, a Volkswagen informou que cerca de 1,2 milhão de veículos vendidos no Reino Unido tinham o software que burlava testes de emissão. Segundo a montadora, no mundo cerca de 11 milhões de veículos possuem esse software.

(Dow Jones Newswires)

Mais conteúdo sobre:
volkswagenfraude

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.