Divulgação
Divulgação

Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Volks vai encerrar o 3° turno na fábrica de São Bernardo do Campo

Nesse turno, que será encerrado no próximo dia 6, trabalham cerca de 1,8 mil operários nas linhas dos modelos Gol e Saveiro, segundo o Sindicato do Metalúrgicos do ABC

Cleide Silva, Gustavo Porto, O Estado de S. Paulo

24 de junho de 2015 | 18h58

A Volkswagen vai encerrar o terceiro turno na fábrica de São Bernardo do Campo (SP) no próximo dia 6. Nesse turno, trabalham cerca de 1,8 mil operários nas linhas dos modelos Gol e Saveiro, segundo o Sindicato do Metalúrgicos do ABC. A entidade ainda negocia com a empresa o que fará com esses funcionários. Parte deles deverá ter os contratos suspensos temporariamente (lay-off). O número de pessoas que será envolvida ainda está sendo avaliado.

O Sindicato quer que a direção da Volkswagen aguarde a publicação da Medida Provisória (MP) do Programa de Proteção ao Emprego (PPE) antes de tomar uma decisão. O programa é esperado para os próximos dias e deverá permitir a redução da jornada de trabalho e dos salários em até 30% para evitar demissões. Dessa redução salarial, 15% será bancada pelo Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Pela manhã desta quarta-feira, o presidente da Volkswagen, David Powels, informou durante evento na fábrica de motores em São Carlos (SP) que a companhia não vê possibilidade de continuar com três turnos de fabricação na unidade do ABC, mas disse que a data de encerramento não estava definida. Disse ainda que, para evitar demissões, a companhia vai usar "todas as ferramentas possíveis" e fez defesa do PPE.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.