carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Volume de cheque devolvido cresce 9,49% em 2005

Estudo divulgado nesta segunda-feira pela Equifax mostrou que o volume de cheques devolvidos por falta de fundos aumentou 9,49% no Brasil em 2005 ante 2004. Em dezembro, a empresa de análise de crédito também constatou elevação de 0,75% sobre novembro e crescimento de 11,38%, em relação a dezembro de 2004.Na avaliação da Equifax, o aumento do volume de cheques devolvidos, ao longo do ano, foi conseqüência das altas taxas de juros vigentes no mercado em 2005, do abuso do endividamento via empréstimo consignado em folha de pagamento e da estagnação do crescimento da renda disponível ao consumo.Os dados da empresa apontam que, em 2005, houve um "forte crescimento" do volume de cheques devolvidos no primeiro semestre, "estabilização" no terceiro trimestre e uma "retomada do crescimento" no último trimestre. Os analistas da Equifax informaram ainda que aguardam os resultados do primeiro trimestre deste ano para concluir se o aumento da inadimplência foi localizado nos últimos meses de 2005 ou se esse movimento pode ser caracterizado como uma "tendência firme" em 2006.Para os técnicos, a redução da taxa básica de juros praticada pelo Banco Central deverá "estimular" o consumo "ao longo de 2006". Eles ressaltaram, porém, que o estímulo ainda pode "demorar alguns meses para surtir efeito", pois historicamente existe uma defasagem de cerca de seis meses entre a queda dos juros e a recuperação da atividade econômica. "Já o aumento do salário mínimo, a ser implantado no primeiro semestre deste ano, e o crescimento dos gastos governamentais em ano eleitoral, podem gerar efeitos mais imediatos para ativação da economia", destacaram os analistas.

Agencia Estado,

23 de janeiro de 2006 | 16h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.