Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Volume de cheque pré-datado cresce 4,8% em outubro

As transações com cheques pré-datados cresceram 4,80% em outubro ante o mesmo mês do ano passado, segundo levantamento da Telecheque. No mês passado, as compras parceladas com cheques representaram 74,02% do total movimentado nesta modalidade de pagamento contra o índice de 70,63% apontado em outubro de 2006.O vice-presidente da instituição, José Antônio Praxedes Neto, destacou que as facilidades de parcelamento oferecidas pelo comércio e a aproximação das festas de final de ano levaram a um aumento do volume de transações pré-datadas. "Os consumidores em sua maioria já estão iniciando as compras de Natal prevendo o recebimento do 13º salário, que é pago pela maioria das empresas neste período", ressaltou.Por Estados, segundo a pesquisa, Goiás foi o que apresentou maior crescimento de pré-datados (12,59%), com o índice passando de 53,86%, em outubro de 2006, para 60,64%, no mês passado. Em seguida aparece o Rio Grande do Norte, com avanço de 10,21% nas compras parceladas com cheques. Na outra ponta, Paraíba foi o único Estado que apresentou queda nas transações com pré-datados. De acordo com a pesquisa da Telecheque, o Estado teve um recuo de 10,04%, na mesma base de comparação, com o índice passando de 72,14%, em outubro de 2006, para 64,9%, no mês passado.

AMANDA VALERI, Agencia Estado

27 de novembro de 2007 | 13h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.