Volume de cheques devolvidos cresce 19,5% em julho

De cada mil cheques compensados no País em julho, 55 foram devolvidos, número 19,5% maior do que julho do ano passado, segundo pesquisa realizada pela CheckOK, empresa nacional de verificação eletrônica da crédito. O estudo mostrou que a Paraíba apresentou o maior índice de inadimplência entre os 27 Estados (64,4%) e Pernambuco foi o único com aumento de apenas um dígito (9,1%). Os dados têm como base o número de cheques devolvidos pela primeira e pela segunda vez, fornecido pelo Banco Central. De acordo com o levantamento, dos 189,5 milhões de documentos compensados em julho, 10,5 milhões foram devolvidos. No mesmo mês de 2002, foram devolvidos 46 cheques em cada mil compensados. Na comparação com junho deste ano, foram 52 cheques em cada mil devolvidos.Em São Paulo, Estado com maior volume de cheques compensados - 84,740 milhões, mais de 40% do total de 209,856 milhões trocados em todo o País -, de cada mil cheques compensados em julho 52 foram devolvidos por falta de fundos. Este número é 16,8% maior do que o registrado em julho de 2002, quando foram devolvidos 44 cheques em cada mil compensados. Em relação a junho deste ano, o índice de inadimplência foi menor (6,2%), com 49 devoluções para cada mil cheques depositados.

Agencia Estado,

22 de agosto de 2003 | 15h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.