Volume de cheques sem fundos atinge maior nível em quatro anos

Em janeiro, devoluções de cheques chegaram a 2,11% do total emitido, aponta a Serasa Experian

Gabriela Lara, da Agência Estado,

18 de fevereiro de 2014 | 10h57

SÃO PAULO - A devolução de cheques por falta de fundos atingiu 2,11% em janeiro, o que representa 1,38 milhão dos 65,44 milhões de documentos emitidos no Brasil no período, informou nesta terça-feira, 18, a Serasa Experian. Este é o maior nível de devoluções para um mês de janeiro desde 2010.

Em dezembro do ano passado, o índice foi de 1,91% e, em janeiro de 2013, houve 2,02% de devoluções. Segundo os economistas da Serasa Experian, o aumento da inadimplência com cheques no primeiro mês de 2014 é reflexo da dificuldade do consumidor em honrar seus compromissos financeiros típicos deste período em um ambiente de taxas de juros cada vez mais altas.

Roraima liderou o ranking estadual dos cheques sem fundos em janeiro, com 12,27% de devoluções. O Amazonas, por sua vez, foi o Estado com o menor porcentual (1,27%). Entre as regiões, a Norte foi apareceu na frente, com 4,39% de cheques devolvidos, enquanto o Sudeste apresentou o menor porcentual (1,65%).

Tudo o que sabemos sobre:
chequeserasa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.