Volume de impostos da pessoa física cresceu 56,74% em 10 anos

O valor individual que o brasileiro paga ao governo em forma de tributos apresentou crescimento real de 56,74% nos últimos 10 anos. Em relação à contabilidade nominal, a elevação no período é de 341,46%, segundo apurou o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT). De acordo com levantamento do IBPT, em 1993, cada brasileiro pagou em média o equivalente a R$ 700,51. No ano passado, a arrecadação "per capita" foi de R$ 3.092,47. Em relação ao Produto Interno Bruto (PIB), que ficou 0,2% negativo no ano passado, a carga tributária do País apresentou crescimento de 0,23 ponto porcentual, apontou o Instituto. Em 2003, a arrecadação federal totalizou R$ 384 bilhões (R$ 341,5 bilhões em 2002), representando 25,38% do PIB. Na esfera estadual, o recolhimento foi de R$ 139,13 bilhões no ano passado (9,17% do PIB) ante R$ 122,20 bilhões em 2002. Os municípios com o Distrito Federal foram responsáveis pela arrecadação de R$ 22,99 bilhões em 2003 ou 1,52% do PIB. No ano anterior, o recolhimento havia sido de R$ R$ 18,65 bilhões. Carga tributária subiu 13,40% em 2003 A carga tributária do Brasil apresentou crescimento de 13,40% em 2003 ante o ano anterior, segundo levantamento do IBPT. De 17 tributos e contribuições levados em consideração pelo Instituto, o Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS) foi o que apresentou maior aumento de arrecadação, de R$ 13,56 bilhões (12,84% de aumento nominal e 3,23% de aumento real), totalizando uma arrecadação de R$ 119,21 bilhões no ano passado. Em seguida, ainda de acordo com pesquisa do IBPT, o INSS arrecadou em 2003 R$ 86,59 bilhões, uma elevação de R$ 10,51 bilhões ante o ano anterior, com 13,81% de aumento de arrecadação e 4,13% de aumento real. O terceiro item que apresentou maior avanço em 2003 foi a Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins), de R$ 7,29 bilhões, somando R$ 59,56 bilhões no ano passado ? 13,96% a mais em arrecadação e 4,26% de aumento real.

Agencia Estado,

04 Março 2004 | 16h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.