Sérgio Castro/Estadão
Sérgio Castro/Estadão

Volume de serviços prestados cai 0,2% em março, aponta IBGE

No acumulado dos três primeiros meses do ano, o setor caiu 1,5%, e nos 12 meses, houve queda de 2,0%

Vinicius Neder, O Estado de S.Paulo

15 Maio 2018 | 09h06

RIO - O volume de serviços prestados caiu 0,2% em março ante fevereiro, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado ficou dentro das expectativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast , que estimavam desde uma queda de 1,0% a uma alta de 0,2%, com mediana negativa de 0,40%.

+ Economistas projetam PIB menor este ano

 

Para Lobo, desde o piso da série histórica, em março do ano passado, o setor de serviços vem encontrando dificuldade para se recuperar. "O setor de serviços ensaia recuperação, mas não consegue se sustentar", afirmou Lobo.

+ Disparada do dólar encarece dívidas de empresas no exterior em R$ 115 bilhões

Na comparação com março do ano anterior, houve redução de 0,8% no volume de serviços prestados, já descontado o efeito da inflação. No fechamento do primeiro trimestre, o volume de serviços prestados encolheu 0,9% em relação aos três últimos meses de 2017. No quarto trimestre de 2017, o volume de serviços prestados havia subido 0,5% ante o terceiro trimestre. Segundo Rodrigo Lobo, gerente da PMS do IBGE, os serviços de transportes e de comunicação puxaram essa desaceleração na passagem de um trimestre para o outro.  

Já a taxa acumulada pelo volume de serviços prestados no ano ficou negativa em 1,5%. As projeções colhidas pelo Projeções Broadcast para a comparação do primeiro trimestre com igual período de 2017, que equivale à variação acumulada no ano, apontavam para uma queda de 2,20% a 1,10%, com mediana de -1,65%. O volume de serviços prestados acumulado em 12 meses registrou perda de 2,0%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.