Volvo corta produção após queda de 15% nas vendas de novembro

A sueca Volvo, segunda maior fabricante de caminhões do mundo, teve queda anual de 15 por cento nas vendas de novembro a reduzirá a produção na América do Norte, onde os embarques despencaram mais.

Reuters

19 de dezembro de 2012 | 09h10

A montadora, que vende caminhões sob as marcas Renault, Mack, UD Trucks, Eicher e Volvo, vendeu 27 por cento menos na América do Norte, 15 por cento na Ásia, 12 por cento na América do Sul e 13 por cento na Europa, o maior mercado dela.

As entregas de caminhões da marca Volvo na América do Norte caíram 24 por cento e fizeram a montadora cortar produção devido à demanda fraca.

(Por Mia Shanley e Johannes Hellstrom)

Tudo o que sabemos sobre:
AUTOSVOLVORESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.