Volvo e Delphi testam carro e caminhão sem motorista no País

De acordo com especialistas, essa tecnologia pode levar até uma década para chegar ao País

Cleide Silva, O Estado de S.Paulo

27 de abril de 2017 | 05h00

Outras experiências de veículos autônomos começam a aparecer no Brasil embora, de acordo com analistas do setor automotivo, essa tecnologia nos automóveis pode levar até uma década para chegar ao País de forma mais ampla.

A Volvo apresentará, em breve, os resultados de testes que estão sendo realizados com um caminhão semiautônomo em uma fazenda de cana no Paraná, onde fica a sede da montadora sueca no Brasil.

Nesse veículo, um operador é mantido na cabine, mas não interfere nos movimentos. A empresa apenas adianta que o caminhão percorre as ruas que separam o canavial sem passar por cima da plantação.

Na Suécia, a Volvo já tem um caminhão totalmente autônomo (sem motorista) operando em uma mina subterrânea de minérios como zinco e alumínio. Testes com o veículo também começaram a ser feitos em estradas do país.

Na Automec, salão de autopeças que ocorre em São Paulo, a Delphi mostra a réplica de um automóvel autônomo, chamado de Road Runner, com softwares e hardwares desenvolvidos pela empresa.

Em testes nos Estados Unidos, o veículo já rodou de São Francisco a Nova York em modo 99% autônomo, informa a empresa./ C.S.

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.