Volvo supera obstáculo para começar a fabricar carros na China

A Volvo superou um grande obstáculo para ter autorização do governo da China para produzir carros no país, disseram duas fontes próximas à fabricante.

NORIHIKO SHIROUZU, Reuters

22 de março de 2013 | 08h36

A direção da Volvo acredita que as vendas na China ganharão força quando a produção começar, em junho, em uma das duas fábricas que a Volvo e a controladora Zhegjiang Geely Holding Group planejam abrir em na cidade de Chengdu, no sudoeste chinês, segundo as fontes.

A planta, que está com a construção praticamente concluída, terá a capacidade de produzir 125 mil carros por ano.

A Volvo também procura construir uma fábrica de motores na China.

As duas fontes próximas à Volvo pediram anonimato por conta da sensibilidade ao redor do processo de aprovação, que envolve diversos ministérios e agências e, em última instância, o próprio Conselho de Estado chinês.

As fontes disseram que o governo central da China havia dado luz verde para a Geely e a Volvo começarem a produção nas três fábricas planejadas.

Elas disseram que as duas linhas de montagem em Chengdu e em Daqing, no nordeste, receberam aprovação em outubro e fevereiro, respectivamente. A fábrica de motores próxima a Pequim também recebeu sinalização positiva em fevereiro.

"A última palavra está nas mãos do Conselho de Estado, e acreditamos que seja a favor do crescimento da Volvo na China", afirmou o porta-voz da montadora, Per-Åke Fröberg, em e-mail.

"A Volvo segue rigorosamente a política da indústria chinesa e o proceso de aprovação de licença", acrescentou.

Tudo o que sabemos sobre:
AUTOSVOLVOCHINALEGAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.