Voos no Brasil são cancelados por conta de greve na Argentina

Falta de assistência aos passageiros que estiverem em solo brasileiro pode gerar multa de até R$ 980 mil por voo às companhias

20 de novembro de 2012 | 15h06

SÃO PAULO - Os voos entre Brasil e Argentia foram cancelados nesta terça-feira, 20, em decorrência da greve geral que paralisou os transportes no país. De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), as empresas aéreas argentinas Aerolíneas Argentinas e Austral Lineas Aereas Cielos Del Sur foram notificadas e têm cinco dias para comprovar os procedimentos adotados em relação aos passageiros. A falta de assistência pode gerar multa de até R$ 980 mil por voo.

A Aerolíneas tem voos com partida dos aeroportos do Galeão (RJ), Guarulhos (SP) e Salgado Filho (RS); a Austral, do grupo da Aerolíneas, tem voos com partida do Galeão e de Guarulhos. A Agência reguladora ressalta, no entanto, que, apesar de as companhias estarem obrigadas a prestar assistência integral aos clientes afetados, para os brasileiros que estiverem em solo argentino, valem as regras daquele país.

Nos casos de cancelamento, afirma a Anac, "a empresa deve oferecer reembolso do valor integral da passagem, incluídas todas as taxas e nas mesmas condições em que o bilhete foi adquirido; remarcação para outra data, em acordo com o passageiro, sem custos; reacomodação em outro voo da mesma ou de outra companhia, ou locomoção por outra modalidade de transporte, quando for possível". (As informações são da Anac) 

Tudo o que sabemos sobre:
argentinagrevebuenos aires

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.