Votação do parecer da partilha do pré-sal é adiada para 2ª feira

Se persistir a falta de acordo, o presidente da Câmara pode enviar os relatórios diretamente ao plenário

REUTERS,

05 de novembro de 2009 | 12h16

A polêmica sobre a distribuição dos royalties do petróleo forçou novamente a comissão especial que analisa o projeto de lei do regime de partilha da exploração da camada pré-sal a adiar a votação do parecer do deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). A votação foi marcada para a tarde de segunda-feira, 9, dia em que normalmente os parlamentares não comparecem ao Congresso.

 

Veja também:

linkComissão adia votação de projeto para capitalizar Petrobrás

linkComissão aprova relatório sobre fundo social do pré-sal

linkCabral diz a Lula que partilha gera perda a Estados produtores

 

Se persistir a falta de acordo, existe a possibilidade de o presidente da Câmara, deputado Michel Temer (PMDB-SP), enviar os relatórios diretamente ao plenário.

Os projetos que criam o fundo social e a Petro-Sal foram aprovados pelas suas respectivas comissões especiais na quarta-feira e seguiram para o plenário da Casa. Um acordo entre os líderes definiu que os projetos do novo marco do setor começariam a ser apreciados pelo plenário da Câmara a partir da terça-feira.

(Reportagem de Fernando Exman)

Tudo o que sabemos sobre:
PRESALPARTILHAADIADA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.