Votorantim assume controle de siderúrgica colombiana

O grupo Votorantim adquiriu na sexta-feira, 16, em leilão na Bolsa de Valores de Bogotá, 52% do capital da colombiana Paz del Rio por US$ 489,4 milhões. Outras quatro grandes siderúrgicas do mundo participaram do leilão, que durou cinco horas e surpreendeu as expectativas iniciais.A oferta final da Votorantim, de 131,42 pesos por ação (US$ 0,06) foi 157% superior ao valor inicial. No leilão foram oferecidas 8.206.215.228 ações ordinárias da companhia, equivalentes a 52% do capital, por 426,723 bilhões de pesos (US$ 193,45 milhões).Do total de ações à venda, 65,16% pertenciam a trabalhadores e aposentados da companhia. O Estado colombiano tinha 17,57%. Agentes privados detinham outros 17,27%.A Votorantim chegou à 19ª rodada do leilão disputando com a multinacional Arcelor Mittal, mas na 20ª rodada surgiu sozinha com a apresentação de proposta, arrematando o controle da empresa colombiana. O empresário Antonio Ermírio de Moraes, presidente do Conselho de Administração do Grupo Votorantim, disse nesta segunda-feira, 19, que a compra da siderúrgica mostra aquilo que "venho dizendo há tempos, de que o Votorantim está atento às oportunidades que surgem nos mercados interno e externo para ampliar seus negócios. Esta compra foi um bom negócio".Ermírio lembrou que a Colômbia está em frente ao Caribe e ali, além de atender ao mercado interno, também há possibilidades de exportação para centros também importantes como Estados Unidos e Europa. Hoje o Grupo Votorantim já está presente nos Estados Unidos e Canadá com fábricas de cimento, e também no Peru, com uma mineradora de zinco.(com Milton F.da Rocha Filho, da AE)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.