Votorantim negocia compra de cimenteira na Argentina

A Votorantim Cimentos negocia a compra de fabricantes de cimento na Argentina e no Uruguai. A empresa brasileira fechou um acordo com o grupo espanhol Uniland para a compra das participações nas argentinas Cimentos Avellaneda e Minus Investidora, bem como na Cimentos Artigas, do Uruguai. O valor do acordo é de 135 milhões.

AE, Agencia Estado

14 de novembro de 2009 | 10h03

Segundo nota enviada pela Uniland à Bolsa de Madri, essas participações "representam, de forma direta e indireta, 50% do capital social das sociedades cimenteiras". Porém, a operação ainda depende do exercício de direito de preferência por parte do Grupo Molins, também espanhol, proprietário dos outros 50% do capital social dessas empresas.

Segundo fontes, o vice-presidente do Molins, Juan Molins, teria aceitado a negociação com o Votorantim - embora tenha dito à imprensa argentina, no ano passado, que, se a Uniland deixasse o país, o grupo teria interesse em comprar a outra fatia da Cimentos Avellaneda. "A menção na nota sobre o direito de preferência de Molins é somente o cumprimento formal das normas", disse uma das fontes. A Votorantim não comentou a operação. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.