Votorantim reforça marca com campanha institucional

Com peças veiculadas em mídia impressa e sites de notícias, grupo quer atingir formadores de opinião

O Estado de S.Paulo

28 de abril de 2014 | 02h07

Marcado por um estilo de administração discreto, o Grupo Votorantim, um gigante brasileiro que fatura R$ 26 bilhões ao ano e tem presença em mais de 20 países, vai tentar pela primeira vez se explicar para a população em uma campanha institucional que será veiculada a partir de hoje em mídia impressa e na internet. Haverá também conteúdos produzidos para o site da companhia e para páginas da Votorantim em redes sociais.

Batizada "Produzir é uma arte", a campanha tem a missão de resumir e esclarecer para a população todos os negócios da Votorantim. O grupo tem forte vocação industrial - está envolvido na produção de cimentos e concreto, metais e mineração, siderurgia, celulose, energia e suco de laranja - e também atua no setor financeiro, com o Banco Votorantim.

Desenvolvido pela agência Borghi/Lowe e pela empresa Touch Branding, especializada na construção de marcas, o material institucional é direcionado ao público formador de opinião, de acordo com Luiz Carlos Dutra, diretor de relações institucionais e sustentabilidade da Votorantim. Por essa razão, segundo o executivo, boa parte da campanha se concentra na mídia impressa, e não em veículos de massa, como a TV aberta.

Na visão de Dutra, as peças da campanha mostram que os negócios da Votorantim estão baseados em atividades operacionais, que exigem disciplina. "Mas isso não quer dizer que não possa ter beleza, foco em pessoas, paixão, desenvolvimento sustentável e inovação", explica.

Além de destacar a importância do grupo para a economia brasileira, a campanha - que será veiculada por 90 dias - também servirá para comunicar ações de sustentabilidade do grupo. Com esse intuito, a companhia vai divulgar o site Legado das Águas, sobre a maior reserva privada de Mata Atlântica do País, com 31 mil hectares, mantida pela companhia há mais de 50 anos.

Benefícios. Especialistas em construção de marcas afirmam que a criação de uma identidade clara para o grupo pode ser uma ferramenta importante também para a captação de talentos - uma das principais preocupações das grandes empresas atualmente.

Na opinião do consultor de marcas Eduardo Tomya, a Ambev é um exemplo de companhia que soube trabalhar muito bem sua imagem corporativa, especialmente entre os jovens recém-saídos da universidade.

"Uma campanha institucional trabalha a reputação corporativa", resume Tomya. "A Votorantim está consciente da importância de como é percebida por investidores, instituições e por profissionais que possa ter interesse em atrair."

Os diferentes negócios da Votorantim têm cerca de 40 mil funcionários. Para o diretor de relações institucionais do grupo, a decisão de divulgar a marca na mídia poderá ajudar na motivação do público interno. "Os casos de sucesso de marca corporativa alimentam o orgulho de pertencer dos funcionários", afirma.

É por essa razão, diz Dutra, que todo o material institucional foi feito com pessoas que realmente trabalham em empresas do grupo. A campanha também foi exibida aos funcionários antes ser veiculada na mídia. / FERNANDO SCHELLER

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.