coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

VW amplia turno e paga antecipado

Para atender à demanda, montadora convoca para jornada extra e faz o pagamento antes do salário mensal

Cleide Silva e Marcelo Rehder, O Estadao de S.Paulo

02 de outubro de 2007 | 00h00

A forte demanda por automóveis novos, que ajudou a indústria a ter o melhor setembro de sua história, leva montadoras a apelarem para ações especiais para aumentar a produção. Montadoras como a Volkswagen chegam a pagar antecipado pelo trabalho aos sábados.A empresa convocou os funcionários para jornada durante todos os sábados até o fim do ano e já agendou igual expediente para 24 sábados de 2008. O pagamento pelo dia extra ocorre na sexta-feira seguinte ao do trabalho, uma antecipação em relação ao salário normal, pago todo dia 5 e dia 20.Embora os números do mês passado tenham ficado 13,2% abaixo dos de agosto, foi o melhor setembro registrado pelas montadoras, com 204 mil unidades vendidas, entre automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus. Em relação ao mesmo mês de 2006, os negócios tiveram aumento de 28%.No acumulado do ano foram vendidos 1,739 milhão de veículos, 27,4% a mais que no mesmo período de 2006. A queda em relação a agosto, o melhor do setor até agora, com 235,2 mil unidades, é explicada pela indústria pelo fato de setembro ter tido quatro dias úteis a menos. Na média diária de vendas, os negócios foram 5% maiores se comparados a agosto. O melhor setembro anterior havia sido registrado em 1997, com 187,8 mil unidades vendidas.A Volks confirma que o pagamento dos dias adicionais de produção é feito na sexta-feira seguinte, por meio de depósito na conta bancária do trabalhador. São convocados para jornadas extras os 8 mil funcionários da produção da fábrica Anchieta, no ABC paulista, e os 4,5 mil da fábrica de Taubaté (SP).''''A maioria dos trabalhadores está bastante satisfeita, até porque o aumento de produção ocorreu pouco tempo depois de a empresa ter ameaçado demitir em massa'''', diz Francisco Duarte de Lima, vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, ligada à Central Única dos Trabalhadores (CUT). Ele explica que, pela legislação, o trabalhador deve receber 50% de adicional por hora extra aos sábados, mas a empresa aceitou pagar 75%.A General Motors também tem convocado os funcionários das três fábricas do grupo em São Caetano, São José dos Campos (SP) e Gravataí (RS) para trabalho em dois sábados ao mês, mas o pagamento é feito no holerite ou o trabalho extra vai para banco de horas.MAIS VENDIDOSSó em automóveis e comerciais leves, segmento responsável por 95% do mercado, foram vendidos em setembro 194,3 mil veículos. No ano, as vendas somam 1,654 milhão de unidades, 27,5% a mais ante 2006. A Fiat segue na liderança do mercado, com 26% de participação, seguida pela Volkswagen, com 23%, e pela General Motors, com 21,5%.Os números são referentes aos licenciamentos feitos pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Números de produção e exportação serão divulgados amanhã pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).Segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), do total de carros e comercias leves vendidos no mês passado, 87,8% são equipados com motores flex (rodam com gasolina ou álcool).Gol e Palio, modelos da VW e da Fiat, praticamente empataram nas vendas em setembro, com 18,6 mil unidades cada. O Fox foi o terceiro mais vendido, com 11,5 mil unidades. Uno e Celta também tiveram acirrada disputa pela quarta colocação, com cerca de 10,2 mil unidades de cada modelo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.