carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Wal-Mart planeja investir no Brasil e na China

A rede varejista norte-americana Wal-Mart, que anunciou hoje seus planos de crescimento internacional, afirmou que vai investir no Brasil e na China. "Nós estamos acelerando a expansão das nossas operações internacionais para tirar vantagem das economias em crescimento e das oportunidades nos mercados emergentes, como Brasil e China", disse Tom Schoewe, vice-presidente executivo e diretor financeiro da empresa.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

22 de outubro de 2009 | 18h55

Na conferência anual para investidores realizada hoje, o Wal-Mart atualizou suas projeções para investimentos. Os gastos de capital totais no atual ano fiscal, que acaba em 31 de janeiro de 2010, estão previstos entre US$ 12,5 bilhões e US$ 13,1 bilhões, enquanto os gastos em 2011 deverão ficar entre US$ 13 bilhões e US$ 15 bilhões. No último ano fiscal, a empresa investiu cerca de US$ 11,5 bilhões. O Wal-Mart também projetou crescimento modesto nas vendas do atual ano fiscal, de 1% a 2%, e previu uma trajetória bem maior em 2010, entre 4% e 6%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
varejoWal-MartBrasilChina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.