Wal-Mart vê lucro subir no 3o trimestre para US$3,23 bi

O Wal-Mart, maior rede mundial de varejo, apresentou uma melhora em seu balanço trimestral, à medida que o grupo conseguiu reduzir estoques e controlar despesas, mas as previsões de lucro para o atual período podem ficar aquém das expectativas de Wall Street.

REUTERS

12 de novembro de 2009 | 11h43

O lucro do terceiro trimestre até 31 de outubro subiu para 3,23 bilhões de dólares, ou 0,84 dólar por ação, ante 3,14 bilhões de dólares, ou 0,80 dólar por ação, um ano antes.

Analistas esperavam lucro de 0,81 dólar por ação, na média, segundo pesquisa da Thomson Reuters I/B/E/S.

A empresa havia previsto ganhos operacionais entre 0,78 e 0,82 dólar por ação.

As vendas subiram 1,1 por cento, para 98,67 bilhões de dólares. As vendas em novas lojas nos Estados Unidos caíram 0,4 por cento,

O grupo prevê lucro operacional por ação entre 1,08 e 1,12 dólar por ação para o quarto trimestre. Na média dos analistas, a expectativa é de 1,12 dólar por ação.

As ações do Wal-Mart recuavam 0,7 por cento, para 52,62 dólares antes da abertura do mercado.

(Reportagem de Nicole Maestri)

Tudo o que sabemos sobre:
VAREJOWALMARTRESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.