Wall Street derruba Bovespa

Alerta de que o mercado de ações e de crédito global pode passar em breve por um ?crash? elevou a cautela

Claudia Violante, Silvana Rocha e Denise Abarca, O Estadao de S.Paulo

19 de junho de 2008 | 00h00

O fraco balanço da FedEx, empresa norte-americana de remessa de encomendas, o corte de 66% em dividendos pelo banco Fifth Third Bancorp, de Cincinnati, o alerta do Royal Bank of Scotland de que o mercado de ações e de crédito global pode passar por um ?crash? nos próximos três meses e a alta do petróleo derrubaram as bolsas globais e o dólar, ontem. A Bovespa caiu 1,97% (67.090,4 pontos), elevando as perdas no mês a 7,58%. O dólar à vista chegou a subir, pressionado por temores com a economia norte-americana em meio à pressão inflacionária e a crise no setor financeiro, mas encerrou em baixa de 0,06%, a R$ 1,607, menor valor desde 20/1/1999. Lá fora, o euro subiu a US$ 1,5530. Os juros futuros voltaram a recuar porque os índices de inflação local, apesar de altos, vieram dentro do previsto. A taxa de janeiro 2010 cedeu a 14,75%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.