Mario Anzuoni/ Reuters - 22/10/2008
Mario Anzuoni/ Reuters - 22/10/2008

Warren Buffett diz que mercados se transformaram em um grande cassino

O megainvestidor culpou o setor financeiro por motivar comportamentos de risco entre investidores; movimentos de mercado levaram a Berkshire Hathaway a encontrar empresas subvalorizadas

Agência Estado, O Estado de S.Paulo

30 de abril de 2022 | 18h07

Warren Buffett lamentava não estar encontrando muita coisa que valesse a pena comprar no mercado, em fevereiro deste ano. Mas esse não é mais o caso. Após anos de parcimônia, a Berkshire Hathaway, de Buffett, está abrindo a torneira dos gastos novamente. A empresa fechou um acordo de US$11,6 bilhões para comprar a seguradora Alleghany, que deve ser a maior aquisição da Berkshire em seis anos. A empresa também comprou milhões de ações da HP e da Occidental Petroleum, além de aumentar drasticamente a participação na Chevron.    

A grande pergunta: Por quê? "É um grande cassino", disse Buffett neste sábado, 30, ao falar sobre os mercados nos últimos anos. O megainvestidor culpou o setor financeiro por motivar comportamentos de risco entre investidores. Embora considere as apostas especulativas "obscenas", o aumento da volatilidade nos negócios teve um bom efeito, na visão dele: permitiu que a Berkshire encontrasse empresas subvalorizadas para investir novamente após um período de relativa calma.    

Buffett, 91, compartilhou as opiniões sobre a situação dos mercados, a divisão de seguros da Berkshire e os investimentos recentes na reunião anual de acionistas da empresa no centro de Omaha, em Nebraska, nos EUA. O evento marcou a primeira vez de Buffett falando pessoalmente com acionistas desde 2019. A pandemia de covid-19 forçou a Berkshire a realizar suas reuniões virtualmente nos últimos dois anos.    

Acionistas ansiosos por conquistar assentos de primeira linha fizeram fila por horas antes que as portas se abrissem na arena onde Buffett subiu ao palco. A Berkshire vinha de um período de relativa cautela antes deste ano. Os negócios prosperaram, enquanto a recuperação da economia e um mercado acionário aquecido ajudaram a elevar os lucros a níveis recordes em 2021. Mas a empresa não colocou muito dinheiro para circular, o que levou analistas a questionarem os próximos passos.    

Segundo Buffet, a sensação de que não havia oportunidades de investimento atraentes rapidamente deu lugar ao entusiasmo no final de fevereiro, quando recebeu uma cópia do relatório anual do CEO da Alleghany, Joseph Brandon. O documento despertou seu interesse e ele decidiu entrar em contato com Brandon.    

Especulação

A decisão da Berkshire de adquirir participação de 14% na Occidental também veio com um relatório. Buffett disse que leu uma nota de analista sobre a empresa, cujas ações ainda estão sendo negociadas abaixo da máxima de 2011, e decidiu que as condições de mercado semelhantes às de um cassino tornam este um bom momento para comprar as ações. Ao longo de apenas duas semanas, a Berkshire arrecadou milhões de ações da empresa.    

"Acho que nunca tivemos nada parecido com o que temos agora em termos de volumes de pura atividade de jogo acontecendo diariamente", disse o vice-presidente da Berkshire, Charlie Munger. "Não é bonito".    

Mas a quantidade de especulação nos mercados deu à Berkshire a chance de identificar negócios subvalorizados, disse Munger, permitindo que a empresa colocasse sua reserva de caixa de US$106 bilhões para funcionar.    

A Berkshire não tenta fazer seus investimentos com base no que acredita que o mercado de ações fará quando abrir na segunda-feira, disse Buffett. "Não posso prever o que as ações farão... Não sabemos o que a economia fará", afirmou.    

Fundamentalmente, a Berkshire tenta fazer o que pode para continuar gerando retornos para seus acionistas, segundo o megainvestidor. A Berkshire produziu ganhos anualizados compostos de 20% entre 1965 e 2020, em comparação com o S&P 500, que retornou 10% incluindo dividendos no mesmo período. "A ideia de perder permanentemente o dinheiro de outras pessoas... é apenas um futuro que não quero ter", ressaltou. Fonte: Dow Jones

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.