carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Whirpool fechará fábrica e demitirá 1.100 nos EUA em 2010

Fabricante de eletrodomésticos, que controla Consul e Brastemp no Brasil, vai transferir unidade para o México

Gustavo Nicoletta, da Agência Estado,

28 de agosto de 2009 | 13h44

A fabricante de eletrodomésticos Whirlpool divulgou em um comunicado que fechará uma fábrica em Indiana, nos EUA, em meados de 2010, o que resultará na demissão de 1.100 funcionários. No Brasil, a companhia controla as marcas Consul e Brastemp.

 

A produção de geladeiras da fábrica de Indiana será transferida para uma unidade da Whirpool no México, segundo o comunicado, mas a empresa ainda não definiu como remanejará a produção de outros itens manufaturados no local.

 

A Whirlpool é altamente dependente das vendas de imóveis novos nos EUA e do mercado de reposição norte-americano. O mercado de habitação do país, no entanto, continua atingido pelas taxas elevadas de execução de hipotecas e pela atividade fraca no segmento de construção.

 

A companhia anunciou no ano passado que cortaria cerca de 5 mil pessoas - o equivalente a quase 7% do quadro de funcionários - até 2009, em resposta ao desaquecimento da demanda por seus produtos.

 

Às 13h02 (de Brasília), as ações da Whirpool subiam 0,59%, para US$ 64,92. No ano, os papéis da companhia acumulam alta de 58%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
WhirpooldemissãofábricaEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.