Wine.com.br se associa à Tristão para vender café em cápsulas

Empresas capixabas serão sócias na Mocoffee, fabricante suíça que foi comprada no início de março pela Wine.com.br

NAYARA FRAGA , O Estado de S.Paulo

08 Abril 2015 | 02h04

Texto atualizado em 8/04, para correção de informações

Depois de anunciar, no início de março, sua entrada no mercado de café com a aquisição de uma fabricante de cápsulas suíça, a Wine.com.br - maior e-commerce de vinhos da América Latina - atraiu um novo sócio para o negócio. A Tristão Cia. de Comércio Exterior, dona da marca Realcafé, terá uma participação de 40% na Mocoffee, companhia que comercializa máquinas e cápsulas de café em 17 países, criada por Eric Favre, o inventor do sistema de café em cápsulas da Nespresso, que é a pioneira nesse segmento.

Assim como a Wine.com.br, a Tristão é uma empresa capixaba. Com receita anual na ordem de R$ 450 milhões, a companhia está entre os 15 maiores exportadores de café verde, além de produzir café solúvel e o tipo torrado e moído. Parte de sua produção é vendida para outras marcas, como a Melitta.

As conversas entre a Wine a Tristão se intensificaram depois que a aquisição da Mocoffee foi anunciada, no dia 10 de março. "Tínhamos todos os produtos industrializados na nossa marca, menos a cápsula", diz Sérgio Tristão, presidente da companhia. "Já estávamos estudando entrar nesse segmento, mas nunca concordei em trabalhar com genéricos. Na Mocoffee, a tecnologia é única."

A ideia é que, no futuro, toda a produção seja concentrada no Espírito Santo. Inicialmente, a Mocoffee poderá usar uma fábrica da Tristão, de café torrado e moído, que será concluída em julho deste ano. "Nessa planta, já temos 80% do que precisamos para encapsular o café no Estado", diz Tristão. Por enquanto, a máquina será importada. Ela continuará sendo montada na China, por uma empresa de Hong Kong, com tecnologia da Suíça.

As primeiras máquinas e cápsulas da Mocoffee devem chegar ao Brasil no último trimestre desse ano. "Queremos trazer alguns lotes para ver como o mercado vai reagir ao nosso produto. Será um teste", diz Rogério Salume, presidente e cofundador da Wine.com.br, que a partir de agora terá 40% da fabricante suíça. Os brasileiros dividem a sociedade com um dos cofundadores da Mocoffee, Pascal Schlitter, e com o português Ricardo Flores - cada um deles têm uma fatia de 10%.

Baseada em Serra, Região Metropolitana de Vitória (ES), a Wine.com.br faturou R$ 200 milhões em 2014 e tem como principal sócio o e.Bricks, braço de investimentos no setor digital do grupo RBS. Em operação desde 2008, a empresa tem hoje 200 mil clientes em todo o País, e metade deles é formada por assinantes, que pagam mensalidade para receber vinhos indicados pela companhia.

Mais conteúdo sobre:
Negócioscafé

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.