coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

WorldCom não afeta Brasil, diz Fraga

O presidente do Banco Central, Armínio Fraga, assegurou hoje em Paris, durante encontro com dirigentes da empresas francesas com atividades no Brasil, que o País não sofrerá impactos macroeconômicos da crise de confiança provocada pela fraude da WorldCom. Ele ponderou que os efeitos serão "circunstanciais e passageiros", restringindo-se às operações de mercado. Em entrevista, Fraga disse que basicamente repetiu aos franceses o que já havia dito ontem aos investidores britânicos em Londres, mas acrescentou como fatos novos, "muito positivos para o País", a nota de apoio ao Brasil divulgada pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) e a captação de USS$ 300 milhões feitas pelo Banco do Brasil no mercado externo. "Aquilo que eu havia dito como expectativa passou a ser uuma realidade", destacou o ministro ao avaliar que a comunidade financeira internacional tem confiança nos fundamentos da economia brasileira.

Agencia Estado,

27 de junho de 2002 | 13h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.