Juros

E-Investidor: Esperado, novo corte da Selic deve acelerar troca da renda fixa por variável

WSJ: Executivos da AIG aceitam devolver US$ 30 mi em bônus

Do total de US$ 165 mi pagos pela seguradora em bonificações, US$ 80 mi foram dados a norte-americanos

Danielle Chaves, da Agência Estado,

23 de março de 2009 | 20h48

O promotor-geral de Nova York, Andrew Cuomo, afirmou que 15 dos 20 executivos que receberam os maiores bônus na unidade de produtos financeiros da seguradora American International Group (AIG) concordaram em devolver suas bonificações, que somam US$ 30 milhões em dinheiro, como informa o Wall Street Journal.

 

Veja também:

linkBônus de nove de 10 executivos da AIG serão recuperados

linkEntenda a polêmica dos bônus

 

Do total de US$ 165 milhões pagos pela AIG em bônus controversos, 47%, ou cerca de US$ 80 milhões, foram dados a norte-americanos, segundo Cuomo. O promotor pretende recuperar esse valor e afirmou que alguns executivos não americanos, que estão fora do alcance de sua jurisdição, devolveram seus bônus.

 

"Eu aplaudo todos os funcionários da AIG que estão devolvendo suas bonificações", disse Cuomo em uma teleconferência. "Eles estão fazendo a coisa certa", acrescentou. Segundo Cuomo, não há interesse público em revelar os nomes das pessoas que devolveram o pagamento.

 

O promotor também afirmou reconhecer que a devolução do dinheiro é uma decisão difícil para muitas pessoas da unidade que não estiveram envolvidas na criação das problemáticas transações que ajudaram a derrubar a AIG.

 

"Estamos profundamente agradecidos pela vasta maioria dos líderes (da unidade de produtos financeiros) que expressaram disposição para abrir mão de seu recente pagamento de bônus", afirmou a AIG em um comunicado. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
AIGEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.