finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Xbox One, da Microsoft, chega hoje ao Brasil por R$ 2.299

Nova geração do videogame chega ao Brasil antes dos rivais Playstation 4, da Sony, e Wii U, da Nintendo

BRUNO CAPELAS , O Estado de S.Paulo

22 de novembro de 2013 | 02h15

Após meses de espera, o terceiro console da Microsoft chega ao Brasil hoje, com o lançamento do Xbox One. O videogame sucede o Xbox 360, atual líder de mercado no território nacional, e chega ao mercado por R$ 2.299 no País.

Além do console, o pacote de lançamento do Xbox One inclui um sensor de reconhecimento de gestos, o Kinect, um headset com fone de ouvido e microfone, um controle sem fio e cabos HDMI e de alimentação. O preço sugerido para os 23 jogos já anunciados para o console é de R$ 199, enquanto um controle adicional custa R$ 259 - se adicionado um kit para recarregamento de bateria, que permite o jogo sem-fio, o pacote sai por R$ 389.

Anunciado em maio, o videogame não rodará títulos de seus antecessores (Xbox e Xbox 360), mas aceitará jogos usados, ao contrário do que havia sido anunciado anteriormente pela Microsoft.

O Xbox One terá como concorrentes o PlayStation 4, da Sony, lançado nos EUA na última sexta-feira e que chega ao Brasil no dia 29, por R$ 3.999; e o Wii U, da Nintendo, que, apesar de ter sucedido o Wii no fim de 2012, só começa a ser vendido no Brasil a partir da próxima terça-feira, por R$ 1.899.

No País, a missão do Xbox One é manter o predomínio de mercado do Xbox 360, que tem atualmente 65% da base instalada de consoles da sétima geração (dividida com PlayStation 3 e Wii), vencendo com folga seu maior rival, o PS3, de acordo com dados da consultoria GfK.

O Xbox One será montado na Zona Franca de Manaus, o que permitiu à Microsoft baixar seus preços e ganhar vantagem em relação à concorrência, que importará seus produtos.

Seguindo estratégia utilizada no PlayStation 3, a Sony planeja fabricar o PS4 no Brasil a partir de 2014, mas não especifica em que momento isso ocorrerá. Já a Nintendo não revelou, pelo menos por enquanto, planos de montar o Wii U localmente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.