coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Xi diz que relações com EUA estão em momento decisivo

O presidente da China, Xi Jinping, afirmou durante reunião com o consultor de segurança nacional da Casa Branca, Tom Donilon, que as relações de seu país com os EUA estão em um "momento decisivo". O comentário foi feito dias antes de um encontro de Xi com o presidente norte-americano, Barack Obama, em 7 e 8 de junho na Califórnia.

Agencia Estado

27 de maio de 2013 | 12h01

"As atuais relações entre China e EUA estão em um momento decisivo para ampliar os sucessos passados e abrir novas dimensões para o futuro", afirmou Xi. No primeiro dia de visita à capital chinesa, Donilon disse que Obama está ansioso para melhorar a cooperação com os líderes da China.

Na reunião de junho, os dois presidentes deverão tratar de assuntos que vão desde segurança cibernética até a postura da China com relação à vizinha Coreia do Norte.

Segundo Donilon, Obama "está firmemente comprometido em construir uma relação definida por altos níveis de cooperação prática e maiores níveis de confiança, ao mesmo tempo que gerenciar quaisquer diferenças e divergências que possam surgir". Xi assumiu como líder do Partido Comunista da China e do exército do país em novembro e como presidente em março.

O encontro na Califórnia será uma oportunidade importante para os líderes norte-americanos entenderem melhor as intenções diplomáticas de Xi, que especialistas em política externa descrevem como mais confiante nas relações internacionais e mais nacionalista com relação ao papel da China no mundo do que a de seu antecessor, Hu Jintao. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaEUArelações

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.