Nasdaq
Nasdaq

finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

XP cria fundos para brasileiros investirem nas ações da empresa na Nasdaq

Com aplicação inicial de R$ 500, iniciativa é forma de facilitar o acesso aos papéis da companhia na bolsa americana

Fernanda Guimarães, O Estado de S.Paulo

11 de dezembro de 2019 | 23h27

Com aplicação inicial de R$ 500, a XP lançou nesta quarta-feira, 11, dois novos fundos para facilitar o acesso de investidores brasileiros às ações da empresa na bolsa americana Nasdaq, onde a XP Inc. abriu o capital.  “A oferta de fundos chega para suprir a impossibilidade de investidores brasileiros investirem diretamente em ações na Nasdaq, sem que possuam conta em uma corretora norte-americana”, de acordo com nota da XP.

Ao decidir abrir o capital nos Estados Unidos, a corretora foi bastante criticada, pois, depois de levar o “mundo da renda variável” a seus clientes, a corretora tornou distante a compra de suas próprias ações ao decidir abrir capital fora do País.

A XP destaca que os fundos terão estratégia passiva. Ambos os fundos não participaram na formação do livro da oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), que se fechou na terça-feira. As ações, assim, serão compradas no mercado secundário, frisa a gestora.

Um dos fundos, o Trend XP Inc FIC FIA IE, será destinado aos investidores qualificados, com exposição de 100% das ações da XP. A aplicação mínima será de R$ 500 e taxa de administração, de 0,05%.

O segundo fundo, o Trend XP Inc Balanceado FIC FIM, será destinado ao público em geral. Será alocado 20% do fundo em ações da XP e o restante no Trend Pós-Fixado Master FIRF Simples. A aplicação mínima também será de R$ 500 e taxa de administração de 0,05%.

Na semana passada, a gestora Vitreo lançou dois fundos similares aos oferecidos hoje pela XP. A intenção da Vitreo era entrar na oferta inicial, o que não ocorreu. A Vitreo comprará ações da XP no mercado secundário. A taxa de administração dos fundos da Vitreo é de 0,07% ao ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.