Xstrata quer fusão com Anglo American

Negócio entre as duas empresas é avaliado em US$ 67,07 bilhões

Agências internacionais, O Estadao de S.Paulo

22 de junho de 2009 | 00h00

A mineradora anglo-suíça Xstrata - que foi alvo de uma tentativa de compra pela Vale no início do ano passado - informou ontem que enviou uma proposta de fusão por escrito para a rival Anglo American PLC. "A Xstrata busca se engajar com o conselho da Anglo American em uma fusão de iguais, que concretizaria um significativo valor para os acionistas de ambas as companhias", diz a nota. O acordo entre as duas empresas é avaliado em 41 bilhões de libras (US$ 67,07 bilhões).A fusão criaria um grupo com vastas reservas em cobre, níquel, carvão, platina e outros metais e minerais, embora existam muitos obstáculos ao acordo, incluindo possíveis preocupações políticas, estilos de administração muito diferentes, o papel dos principais acionistas em ambas as companhias e a relutância da Anglo em se engajar com a Xstrata. A Xstrata argumenta que a fusão criaria uma "substancial sinergia operacional", aumentando os retornos dos acionistas. Uma fonte ligada às empresas disse, também ontem, que a Anglo American estava analisando a oferta seriamente. Contudo, observou que as duas possuem estilos diferentes de administração e que a economia de custo resultante da operação aparentemente seria limitada. Segundo essa fonte, "a Anglo está focada no valor para o acionista e vai julgar a proposta contra o valor que ela poderá criar em base independente ao longo de vários anos", disse. Um comunicado formal da Anglo American diz: "Deve ser observado que esta situação está em um estágio preliminar e não existe certeza de que qualquer transação estará por vir". As companhias não ofereceram detalhes, mas analistas esperam que o acordo seja feito por meio de uma oferta de troca de ações. As duas são relativamente similares em tamanho de mercado, com o valor de capitalização da Anglo no fechamento do mercado na sexta-feira em 21,4 bilhões de libras e da Xstrata em 20 bilhões de libras. A Xstrata alcançou nos últimos anos um porte parecido com o da Anglo American após ter feito uma série de aquisições de mineradoras.Uma companhia combinada Xstrata-Anglo American superaria a Rio Tinto, com valor de capitalização ao redor de 36,9 bilhões de libras, mas ainda ficaria atrás da gigante BHP Billiton Ltd, que vale 78,2 bilhões de libras no mercado.Uma fonte próxima à negociação disse que a Anglo American começou a olhar atentamente para a Xstrata a partir de dezembro de 2007, quanto seu executivo-chefe, Mick Davis, fez comentários que pareceram colocar a companhia no jogo. "A Anglo tem olhado com cuidado. Eles estão cientes da carteira e dos custos da Xstrata", disse essa fonte. Ele observou que a Anglo American decidiu não fazer oferta na época, enquanto a Vale deu um lance, sem sucesso.Para alguns analistas, uma combinação Xstrata-Anglo American seria benéfica para ambas as companhias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.