finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Yahoo! vai à Justiça e diz que Facebook violou mais duas patentes

Patentes envolvem maneiras de analisar a interação entre os contatos online e a gestão de publicidade

Ricardo Criez, da Agência Estado,

27 de abril de 2012 | 19h34

SAN FRANCISCO - O Yahoo! continuou sua guerra judicial contra o Facebook, ao afirmar que a concorrente violou mais duas de suas patentes. Essas patentes abrangem as maneiras de analisar a interação entre os contatos online e a gestão de publicidade em buscas online.

Segundo um porta-voz do Yahoo!, o processo "ressalta a amplitude da violação do Facebook sobre a propriedade intelectual do Yahoo!"

"Continuamos perplexos com as ações erráticas do Yahoo! Nós não concordamos com essas últimas reivindicações e vamos continuar a nos defender vigorosamente", rebateu um porta-voz do Facebook, em um comunicado.

No mês passado, o Yahoo! entrou com processo contra o Facebook, alegando que a rede social infringiu dez de suas patentes relacionadas a comunicação online, anúncios e recursos de privacidade.

A ação causou rebuliço no Vale do Silício, na Califórnia (EUA), onde muitas empresas de tecnologia aderiram à filosofia de somente usar patentes para fins defensivos, com o intuito de evitar asfixiar o empreendedorismo e a inovação.

A demanda judicial do Yahoo! também acrescentou uma pitada de drama à iminente oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) de ações do Facebook, que deve ocorrer no próximo mês.

O Facebook rebateu o Yahoo!, afirmando que as suas dez patentes é que haviam sido violadas. Essas patentes incluíam uma invenção do próprio presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, enquanto outras foram adquiridas de terceiros. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.