finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Yellen defende que Fed seja expansionista mesmo após recuperação, segundo artigo

O Federal Reserve ainda precisará conduzir a política monetária de forma "excepcionalmente expansionista" mesmo após a economia norte-americana voltar "aonde queremos que ela esteja", disse a chair do banco central dos EUA, Janet Yellen, segundo artigo publicado na revista New Yorker.

REUTERS

14 de julho de 2014 | 11h05

Na edição de 21 de julho da revista, que entrevistou Yellen três vezes nos últimos meses, ela diz que a economia ainda enfrenta turbulências.

"Portanto, mesmo quando as turbulências diminuírem ao ponto em que a economia finalmente estiver de volta aos eixos e aonde queremos que esteja, ainda será necessária uma política monetária excepcionalmente expansionista", de acordo com o artigo, que reitera o papel de Yellen como servidora pública.

"Venho de uma corrente intelectual onde a política pública é importante, onde pode fazer uma contribuição positiva. É nossa obrigação social fazer isso", disse ela, segundo a versão online do artigo. "Podemos ajudar a tornar o mundo um lugar melhor".

Yellen, que assumiu o comando do Fed em fevereiro, deve fazer um depoimento sobre a política monetária perante comitês do Congresso nestas terça e quarta-feira. Ela tem reiterado há muito os persistentes danos que a recessão causou no mercado de trabalho e deve fazer isso novamente nesta semana.

Ainda assim, a rápida queda da taxa de desemprego e a inflação mais firme estão pressionando o banco central a preparar o terreno para um eventual aumento das taxas de juros, provavelmente no ano que vem.

(Por Jonathan Spicer)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROYELLENPOLITICAPOSRECUPERACAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.